Núcleo de Pesquisa e Estudos Hospital Arquitetura
Tel.: 11 5584-5277
nupeha@hospitalarquitetura.com.br
© 2020 by cabewebdesign | Publicando
Ícones por: "Research" de monkik; "Smart City" de SBTS2018, "Business" by Freepik, mais em Noun Project and Flaticon.
Buscar
  • Nupeha

Primeira unidade de hebiatria do país exibe projeto arquitetônico inovador

Atualizado: 16 de Mai de 2019

Para atender crianças e adolescentes, Hospital Santa Catarina, de São Paulo, cria área em que comunicação visual e possibilidade de interação ajudam na recuperação. Especialização por faixa etária segue modernas tendências internacionais


Espaço Teen: área de convivência criada para incentivar pacientes a interagirem entre si durante a internação

A hebiatria, especialização da pediatria voltada para o atendimento a adolescentes, ainda é relativamente nova e pouco estudada no Brasil. Atualmente, estima-se que existam no país cerca de 250 hebiatras. Contudo, alinhado a tendências internacionais de atendimento médico, o Hospital Santa Catarina de São Paulo inaugurou no mês de abril uma unidade de internação com 11 apartamentos totalmente voltada para o público infanto-juvenil, uma iniciativa inédita no país. Junto com o pioneirismo está o arrojo do projeto arquitetônico desenvolvido para o novo setor, responsável por criar um espaço muito mais acolhedor do que as alas convencionais.


Para construir esse novo setor, os arquitetos da Cabe Arquitetura tiveram de escutar o público-alvo. Antes de iniciarem o planejamento, realizaram uma pesquisa de campo que ajudou a identificar gostos e referências que pautaram o projeto arquitetônico. “Fugimos da ambientação infantilizada com bichinhos e tons pastéis em tetos e paredes e buscamos em primeiro lugar uma identificação do adolescente com o espaço”, afirma Célia Bertazzoli, da Cabe Arquitetura.


Alegre, comunicação visual é feita com painéis que retratam temas de interesse dos adolescentes

O Espaço Teen é a concretização do esforço a que se refere a arquiteta. O local é uma área de convivência entre os pacientes, onde há computadores com acesso à internet e jogos. As mesas, o piso quadriculado e os pufes coloridos lembram uma lanchonete, dessas que fazem tanto sucesso entre os jovens. “Quando a pessoa está envolvida com elementos que têm relação com sua vida, suas atividades e seus costumes, é possível reduzir em até 50% sua permanência em hospitais. Principalmente quando o internado tem o respaldo da família e o ambiente é favorável ao seu pronto-restabelecimento”, opina a doutora Maria Bernadete Dutra de Resende, responsável pela pediatria do Santa Catarina.


A comunicação visual é outro importante diferencial nesse novo projeto. Logo na entrada do 5º andar, o jovem paciente é recebido com painéis que retratam esportes, música, literatura e dança, temas de interesse apontados na pesquisa. Desenhos com formas dinâmicas e cores suaves lembram os grafites urbanos que já estão completamente inseridos na cultura desse público. As cores das paredes dos quartos – tons de azul e amarelo – também são mais estimulantes.


Nos apartamentos que ficam de frente para a Avenida Paulista, amplas varandas foram construídas para dar maior liberdade aos pacientes. As sacadas resgatam o projeto arquitetônico original do prédio, datado da década de 40, mas serão protegidas com vidro para dar mais segurança e conforto mesmo em uma das regiões mais movimentadas da cidade de São Paulo. 


Quartos com amplo espaço interno deixam jovens mais confortáveis enquanto recebem tratamento

Na parte interna, o espaço dos quartos permite que o paciente assista TV e faça suas refeições com muito conforto. Há ainda imãs com silhuetas de diversas atividades praticadas pelos jovens, feitos para serem colocados nas portas. “Ele poderá escolher o desenho de acordo com seu gosto, se prefere jogar futebol ou tocar guitarra, por exemplo, e pregar ali. Com isso, a equipe médica poderá conquistar o paciente mais rapidamente, pois já conhece suas preferências de antemão”, aponta Célia Bertazzoli.


Para os 29 novos profissionais que vão trabalhar no setor, os arquitetos projetaram uma área com privacidade para fazer pesquisas e prescrições. Divisórias de vidro facilitam a comunicação de pais e acompanhantes com médicos e enfermeiros, mas ao mesmo tempo criam uma separação eficiente dos corredores e o animado Espaço Teen. A ala também está equipada com posto de enfermagem, área de preparo de medicação e sala de procedimentos.


INVESTIMENTO

Apesar de seu pioneirismo e alta eficiência, é vantajoso para o hospital criar uma unidade exclusiva de hebiatria? Fábio Tadeo Teixeira, diretor executivo do Santa Catarina, diz que a necessidade de criar uma área específica foi sentida na convivência com crianças e adolescentes encaminhados para o Pronto Atendimento. “Hospitais na Alemanha e Suíça atuam há mais de 20 anos com o conceito de atendimento personalizado por idade e são altamente capacitados para operar neste mercado. Estamos trazendo para o Brasil o mesmo conceito e nos preparamos para receber e tratar pacientes a partir dos 5 anos até o final da adolescência. A nova unidade está à disposição da população brasileira através de uma infra-estrutura hospitalar completa como as que existem em países desenvolvidos”, afirma.


A construção e implantação do novo setor durou oito meses e foram investidos R$ 2,5 milhões. Além de jovens de 13 a 18 anos, a unidade estará pronta para receber o público infantil sempre que a unidade de pediatria do Santa Catarina precisar de apoio.


A preparação dos edifícios de saúde para a hebiatria é um dos temas discutidos e pesquisados no Nupeha (Núcleo de Pesquisa e Estudos Hospital Arquitetura), criado pela Cabe Arquitetura e coordenado pela arquiteta Célia Bertazzoli (celia@cabearquitetura.com.br).


FICHA TÉCNICA


Cliente: Hospital Santa Catarina Data: 2007 / 2008 Projeto de arquitetura e comunicação visual: Cabe Arquitetura Projetos de instalações: AGM Engenharia Ar condicionado: Fundament-ar (projeto); Heating Cooling (execução)

FORNECEDORES


Piso: Gerflor; Resinfloor e Silestone Forro e divisórias drywall: Placo Caixilhos e portas deslizantes: Técnica Esquadrias Sistema de insulamento: Vidros Glassec e persianas Screenline da Euro Centro Iluminação: Lumicenter, Dominici, Lumini e Ômega Construtora: Porfírio e Plaza

15 visualizações